Banda THE ONE

Banda para eventos sociais. Animacão garantida com dezenas de ritmos e muita interação. Estrutura de som e luz inclusa.

Criada em 1998, a BANDA THE ONE ® se destaca principalmente pela animação, interação com o público e repertório bem variado e atualizado.
A BANDA THE ONE também se destaca pelo figurino dos músicos, grande profissionalismo e o uso de equipamentos de ponta, que são sempre atualizados para oferecer aos clientes o máximo de qualidade. A BANDA THE ONE não terceiriza equipamentos, evitando assim má qualidade e mal funcionamento.
Nós da BANDA THE ONE sabemos que sua festa é única. É por isso que nos preocupamos com todos os detalhes e temos o compromisso de torná-la inesquecível!

CERIMÔNIAS RELIGIOSAS
Oferecemos para a cerimônias
religiosas diversos instrumentos e um vasto
repertório com peças clássicas, populares e
religiosas.

BAILES
A BandaThe One toca dezenas de ritmos diferentes para agradar a todos os gostos. Sucessos de hoje e de sempre, realizando muita interação com os convidados!

CASAMENTO DE MAYARA E FELIPE 
Cerimônia religiosa realizada na @[644378292301457:274:Paróquia Bom Jesus dos Perdões] com teclado e violino.
As músicas escolhidas variaram de Simple Man de Lynyrd Skynyrd à Jesus Alegria dos Homens de Bach.
A recepção e festa ocorreu no @[134880683188693:274:Jockey Club do Paraná] @[248215185270118:274:Belloni Eventos] onde todos dançaram e cantaram até a madrugada ao som da @[171394899581653:274:Banda THE ONE]. A pista ferveu ao som dos anos 80, funk, sertanejo e samba!
Toda a organização do evento ficou por conta da @[100000475515436:2048:Lilian Prateado] Cerimonial. Decoração de @[600709356690780:274:D'Felice Decoração]. Fotos de @[216016601760696:274:Iko Eventos - Fotografia e Filmagem] e vídeo de @[159335354122915:274:Estúdio Beto Monteiro].

CASAMENTO DE MAYARA E FELIPE
Cerimônia religiosa realizada na Paróquia Bom Jesus dos Perdões com teclado e violino.
As músicas escolhidas variaram de Simple Man de Lynyrd Skynyrd à Jesus Alegria dos Homens de Bach.
A recepção e festa ocorreu no Jockey Club do Paraná Belloni Eventos onde todos dançaram e cantaram até a madrugada ao som da Banda THE ONE. A pista ferveu ao som dos anos 80, funk, sertanejo e samba!
Toda a organização do evento ficou por conta da Lilian Prateado Cerimonial. Decoração de D'Felice Decoração. Fotos de Iko Eventos - Fotografia e Filmagem e vídeo de Estúdio Beto Monteiro.

Festa de aniversário de 50 anos de Mari Amorim.

Festa de aniversário de 50 anos de Mari Amorim.

BODAS DE PÉROLA DE GILMAIR E VICENTE
Belíssima cerimônia que celebrou os 30 anos de casados de Gil e Vicente. O evento foi realizados no @[1793808587606542:274:Spazio Di Festa Nichele] com maravilhosa decoração de @[100003393060845:2048:Josiane Miqueleto] e organização impecável de @[100002384325307:2048:Salete Stf]. 
Após a cerimônia religiosa, os convidados foram presenteados com sax nas mesas durante o jantar. A @[171394899581653:274:Banda THE ONE] agitou a pista de dança com os mais diferentes ritmos e fez todos se divertirem até o fim do evento.
As belas fotos ficaram por conta do @[159335354122915:274:Estúdio Beto Monteiro] com quem é sempre um prazer trabalhar.
Felicidades ao casal pela maravilhosa união!

BODAS DE PÉROLA DE GILMAIR E VICENTE
Belíssima cerimônia que celebrou os 30 anos de casados de Gil e Vicente. O evento foi realizados no Spazio Di Festa Nichele com maravilhosa decoração de Josiane Miqueleto e organização impecável de Salete Stf.
Após a cerimônia religiosa, os convidados foram presenteados com sax nas mesas durante o jantar. A Banda THE ONE agitou a pista de dança com os mais diferentes ritmos e fez todos se divertirem até o fim do evento.
As belas fotos ficaram por conta do Estúdio Beto Monteiro com quem é sempre um prazer trabalhar.
Felicidades ao casal pela maravilhosa união!

O estranho mundo das festas de casamento

observador.pt

Esse texto descreve exatamente o que as festas de casamento são hoje "eventos megalómanos que são pura fonte de stress durante meses" E vale também para muitos cerimonias que se acham e querem aparecer mais que o casal de noivos.

De Ruth Manus
Eu vou casar esse ano. Vamos casar porque nós dois queremos e vamos fazer festa porque nós dois queremos. Ambos embarcaram nessa porque quiseram. Mas confesso, nesses primeiros meses, ter descoberto que sou uma espécie de anti noiva. Na verdade, me descobri uma anti noiva no que tange a estar dentro dos padrões que o mercado das festas de casamento nos impõe.
Explico-me: num dado momento ouvi a fatídica pergunta “as toalhas serão brancas, off white, marfim ou pérola?”. Branco. Off white. Marfim. Pérola. Eu nem sabia que off white era uma cor. Foi aí que eu senti meu estômago revirar e suspirei, me perguntando se eu iria aguentar este trajeto até o fim.
Começaram debates estranhos sobre o tipo de papel utilizado no convite, sobre a altura do vaso que vai no centro da mesa ou sobre a cor da forminha na qual repousarão os doces. Eu esfrego meus olhos de forma irritada, pensando nos prazos que tenho que terminar no escritório.
Outro dia alguém me perguntou se eu iria padronizar os vestidos das madrinhas. Eu nem entendi a pergunta. Insistiram, perguntando se eu não iria definir a cor dos vestidos das madrinhas. Eu caí na gargalhada, disse que não consigo nem decidir o meu, muito menos pensar nos vestidos das madrinhas. Fiquei me imaginado gritando para as madrinhas ‘VOCÊ VAI DE VERDE, HELENA, NÃO QUERO NEM SABER SE VOCÊ GOSTA HELENA, É VERDE E PRONTO”. Gente, é sério que isso existe?
Eu e o noivo gostamos de pensar em ideias maravilhosas, regadas a vinho, como colocar baratas de plástico dentro dos convites para assustar as pessoas ou denominar mesas com características físicas, como “mesa dos carecas”; “mesa dos barrigudos”; “mesa dos estrábicos”. Sem dúvidas produziríamos festas de aniversário de 7 anos melhor do que estamos produzindo um casamento.
Nossa sorte foi ter encontrado um assessor tão louco quanto nós, que embarca um pouco nas nossas ideias inúteis, mas limita-as cordialmente. Se nos deixassem, o casamento tornaria-se facilmente algo semelhante a um circo. Duas ou três vezes fui dizer “no nosso casamento” e disse “no nosso carnaval” por engano. Mas não sei se ideia é tão equivocada assim.
Sei que é muito fácil embarcar no padrão tradicional de cerimónia, jantar, sequência de músicas e arremesso do buquê. E que nos tratam quase como insanos se tentamos fazer algo que tenha mais a ver com os noivos, fugindo um pouco dessas regras supostamente intransponíveis envolvendo o corte do bolo, o brinde com espumante e as fotos posadas.
Nós seguimos firmes, remando contra a maré. E seguimos, acima de tudo, negando esta hipótese de nos tornarmos figuras surtadas, que ficam histéricas por causa de uma alteração na caligrafia no convite ou por causa de um canapé de salmão que não saiu como esperado.
Às vezes me parece que as pessoas esquecem que uma festa de casamento deve ser uma fonte de alegria, de integração das famílias e de infinitas razões para comemorar. Transformaram os casamentos em eventos megalómanos que são pura fonte de stress durante meses, para gerar 150 belas fotos de suposta felicidade numa única noite.
Não quero embarcar nisso não. Pode ser branco, off white, pérola, marfim, verde bandeira ou vermelho sangue, desde que não vire objeto de tensão. Pode ir de vestido amarelo, xadrez ou roxo de bolinhas, desde que esteja contente e feliz pelos noivos. Pode ter canapé de salmão, sopa de cebola ou cachorro quente. Essa noite serve para celebrar o amor e não para provar nada para ninguém.
texto original em
http://observador.pt/opiniao/o-estranho-mundo-das-festas-de-casamento/

observador.pt Transformaram os casamentos em eventos megalómanos que são pura fonte de stress durante meses, para gerar 150 belas fotos de suposta felicidade numa...

Marina e Guilherme // SDE

vimeo.com

21/01/2017
CASAMENTO DE Marina Guilherme.
Belíssimo vídeo de Lucas Batista Wedding Films
https://vimeo.com/201207551

vimeo.com This is "Marina e Guilherme // SDE" by Lucas Batista on Vimeo, the home for high quality videos and the people who love them.

CASAMENTO DE @[100000677967022:2048:Marina Almeida Glodzienski]  e @guilherme Glodzienski
Belíssima cerimônia de casamento realizada na Catedral Metropolitana de Curitiba. Foram utilizados trompete, teclado e violino para tocar os clássicos como Bolero, Divertisement e Jesus Alegria dos Homens.
A recepção dos convidados aconteceu no @[248215185270118:274:Belloni Eventos] @[134880683188693:274:Jockey Club do Paraná] onde todos os convidados festejaram e fizeram  festa junto com a  @[171394899581653:274:Banda THE ONE]! Todo o evento foi perfeitamente organizado pela @[116527675094687:274:TOQUE DE DETALHES - Cerimonial] @[100000391459175:2048:Danielle Lee]  
Felicidades ao casal!

CASAMENTO DE Marina Almeida Glodzienski e @guilherme Glodzienski
Belíssima cerimônia de casamento realizada na Catedral Metropolitana de Curitiba. Foram utilizados trompete, teclado e violino para tocar os clássicos como Bolero, Divertisement e Jesus Alegria dos Homens.
A recepção dos convidados aconteceu no Belloni Eventos Jockey Club do Paraná onde todos os convidados festejaram e fizeram festa junto com a Banda THE ONE! Todo o evento foi perfeitamente organizado pela TOQUE DE DETALHES - Cerimonial Danielle Lee
Felicidades ao casal!

Videos (See all)

#08 Trompete
#07 Violino
#06 Anos 80
#05 Arrocha
#04 Sertanejo Universitário
#03 Jantar com música ao vivo
#02 Guitarra na Cerimônia Religiosa
#01 Quarteto de Jazz - Sax Solo para recepção dos convidados
Banda The One - Festas de casamento 2015/2016
Banda The One - Cerimônia de casamento 2015/2016

Genres

Band Interests

Contatos profissionais

Band Members

QUINTETO
(Sax, flauta, 2 cantores, 1 cantora, teclados, violão, percussão, bateria eletrônica)

Hometown

Current Location

General Manager

Daniel

Booking Agent

Daniel
Other Curitiba Artists
Repow
 
HNQO
 
ZANON
 
Other Artists In São José dos Pinhais
Bellize
 
Pallets
 
Rhalley
 
CID MC
 
Ashburn Artists
Bravo